Você acredita que seus pensamentos criam suas experiências? Se for verdade que algumas mentalidades podem fazer você se sentir de uma maneira específica, e que o jeito como se sente influencia as decisões que você toma no dia a dia, então é fácil entender que a relação entre os pensamentos e a realidade é algo digno de reflexão.

Ainda assim, considerando-se todo o espectro de mentalidades à disposição (da mais útil a não tão útil) você pode estar se perguntando qual delas você tem escolhido com mais frequência na condução da sua vida. 

Neste guia, vamos falar sobre 29 tipos diferentes de mentalidades e ilustrar quais delas tem mais chances de lhe impactar positivamente em relação às demais. 

Links rápidos

  1. Mentalidade de crescimento
  2. Mentalidade de aprendizado
  3. Mentalidade fixa
  4. Mentalidade positiva
  5. Mentalidade negativa
  6. Mentalidade de abundância
  7. Mentalidade de escassez
  8. Mentalidade de ganância
  9. Mentalidade empreendedora
  10. Mentalidade de negócios
  11. Mentalidade de líder
  12. Mentalidade de seguidor
  13. Mentalidade criativa
  14. Mentalidade de gratidão
  15. Mentalidade confiante
  16. Mentalidade social
  17. Mentalidade profissional
  18. Mentalidade poderosa
  19. Mentalidade de produtividade
  20. Mentalidade improdutiva ou preguiçosa
  21. Mentalidade de medo
  22. Mentalidade de longo prazo
  23. Mentalidade de curto prazo
  24. Mentalidade de autoeficácia
  25. Mentalidade raivosa
  26. Mentalidade sonhadora
  27. Mentalidade invejosa
  28. Mentalidade de relevância
  29. Mentalidade de pertencimento

Tipos de mentalidades

Basicamente, “mentalidade” se refere à forma como você pensa e às coisas em que acredita. Ela respinga nas decisões que você toma, na forma como reage às circunstâncias, nos relacionamentos em que você entra e muito mais. 

As mentalidades podem mudar com o tempo. Elas não são estáticas. São influenciadas pelas suas escolhas e experiências. Também não são excludentes. Você pode se identificar com mais de uma mentalidade por vez. 

Aprender sobre os diferentes tipos de mentalidades existentes pode ser útil. Conforme você lê cada uma, pense se você se identifica com aquela mentalidade ou se queria que ela fizesse parte de sua vida. 

1. Mentalidade de crescimento

Tanto a mentalidade de crescimento quanto a fixa (que você vai aprender em breve!) são o produto da pesquisa da Dra. Carol Dweck sobre o porquê de alguns estudantes demonstrarem mais resiliência, persistência e disposição para lidar com desafios do que os demais. 

Mentalidade de crescimento é quando você acredita que pode desenvolver mais a si mesmo e aprender com suas experiências. As suas habilidades inatas são simplesmente um ponto de partida. As pessoas com esse tipo de mentalidade são mais propensas a encontrar significado nas batalhas que travam e usam as lições aprendidas para melhorar e evoluir no futuro. 

2. Mentalidade de aprendizado

Mentalidade de aprendizado é outra maneira de definir uma mentalidade orientada para o crescimento. As pessoas que são orientadas para um aprendizado perpétuo são provavelmente aquelas com mentalidades de crescimento

Adoramos essa maneira de encarar a vida: enxergar-se como um eterno estudante significa que aprender coisas novas lhe fornecerá coragem e ânimo, em vez de se martirizar por ainda não ser um especialista. 

3. Mentalidade fixa

Diferentemente das mentalidades acima, pessoas com mentalidades fixas acreditam que suas habilidades intelectuais foram estabelecidas ao nascerem, não restando espaço para crescer e avançar diante dos obstáculos. 

As pessoas com esse tipo de mentalidade são mais propensas a sentir que o talento basta para ter sucesso. Portanto, é inútil buscar certos objetivos se você não tem talento para tal. Elas sentem que trilhar o caminho do autoaperfeiçoamento é um esforço inútil. 

4. Mentalidade positiva 

Mentalidade positiva, também conhecida como “atitude mental positiva” ou “pensamento positivo”, ocorre quando você tenta ver o lado bom de qualquer situação, não importa o quão terríveis as coisas pareçam à primeira vista. (Nota: isso é diferente do atalho espiritual, que tende a evitar ou se negar a reconhecer emoções negativas complexas). 

O pensamento positivo é associado a uma boa saúde física e mental. Existem muitas maneiras de alcançar uma mentalidade mais positiva, incluindo meditação, mantras e o diário de gratidão para refletir sobre as coisas boas em sua vida.

5. Mentalidade negativa

Provavelmente você consegue notar que esta é aquela que você deve ficar longe, não é? As pessoas com mentalidades negativas se concentram nos aspectos negativos de uma situação ou traços negativos de outra pessoa, ou delas mesmas. 

Esse modo de pensar não deixa muito espaço para o crescimento positivo. Se você está inclinado a pensar que não há esperança ou que quase tudo é ruim, tem tendência a se fechar para novas experiências e não entender qual é o sentido em tentar fazer algo. 

6. Mentalidade de abundância

Você sente que existem muitas coisas boas no mundo para experimentar? Uma mentalidade de abundância é definitivamente uma que vale a pena adotar, pois você vai começar a ver o copo como meio cheio, mesmo em momentos desafiadores. 

Por exemplo, se você fizer uma entrevista de emprego e não der certo, se você tem mentalidade abundante, você vai pensar consigo mesmo que há muitas outras oportunidades por aí. Isso pode ajudar a lhe dar forças para seguir em frente e acreditar que as coisas vão dar certo.

7. Mentalidade de escassez

Mentalidade de escassez é o oposto da mentalidade de abundância. As pessoas com mentalidades de escassez pensam que os recursos como amor e dinheiro são finitos. Isso pode torná-los mais propensos a aceitar ou permanecer em situações pouco saudáveis por não enxergarem alternativas viáveis. 

As pessoas com mentalidade de escassez também podem ter mais dificuldade do que as demais em aceitar ou lidar com mudanças e tendem a enxergar as coisas do ponto de vista negativo. 

8. Mentalidade de ganância

Essa está intimamente relacionada com a mentalidade de escassez. As pessoas com mentalidades de ganância nunca sentem que têm o suficiente. Elas não medirão esforços para conseguir mais daquilo que as motiva, seja dinheiro, poder, fama ou outra coisa. 

Mentalidade de ganância não é uma coisa boa. Estar apenas preocupado consigo e não ter empatia para com os outros não é saudável para qualquer pessoa — ou para a coletividade. 

9. Mentalidade empreendedora

Nossa comunidade está cheia de empreendedorismo e somos grandes fãs dessa mentalidade! 

Pense bem: para ter sucesso, pessoas empreendedoras devem operar em um mundo de incertezas, ter confiança em si e em suas decisões, e estar sempre progredindo. Como resultado, pessoas empreendedoras tendem a agir e elaborar planos objetivos quando elas pensam em ideias ou objetivos que desejam alcançar. 

10. Mentalidade de negócios

A mentalidade de negócios tem muito em comum com a empreendedora. Muitos dos padrões de pensamento e comportamentos que trazem sucesso no mundo dos negócios lhe ajudará a empreender. No entanto, uma mentalidade de negócios pode ser útil, não importa se você trabalha para si ou não. 

As pessoas com mentalidades de negócios querem ser melhores no que fazem e dedicam tempo para se desenvolver. Elas usam seu tempo com sabedoria, aprendem novas habilidades que vão ajudá-las em suas carreiras e estão abertas a assumir riscos (corretos) porque sabem que isso vai ajudar em seu crescimento. 

11. Mentalidade de liderança

Levando a mentalidade de negócios um pouco além, a mentalidade de liderança ocorre quando você se concentra em habilidades e experiências que vão lhe ajudar a se tornar líder ou aprimorar sua liderança. 

As pessoas com mentalidade de liderança procuram desenvolver qualidades como humildade, transparência e comunicação direta. Elas podem dedicar tempo a aprender a enxergar o “cenário completo” e como as decisões impactam as pessoas ou os processos em uma organização, ou situação. 

12. Mentalidade de seguidor

Vivemos em um mundo que coloca as pessoas em pedestais, por isso é natural que alguns adotem uma mentalidade de seguidor. E pode fazer sentido em certas situações ser um seguidor, pois não somos todos especialistas em tudo! 

No entanto, se você é um seguidor na maioria das áreas de sua vida e sabe que deseja ficar embaixo dos holofotes, pense em maneiras de agregar a mentalidade de liderança que acabamos de discutir. 

13. Mentalidade criativa

Esta é outra favorita aqui na Skillshare! A mentalidade criativa enfatiza que somos todos seres criativos, não importa a mídia com que trabalhamos ou nosso nível de habilidade. Você cria a sua vida na medida em que escolhe como vivê-la e pode optar por usar a criatividade na forma que se expressa, e gasta seu tempo.

Acreditamos que todas as pessoas são naturalmente criativas. Se você der tempo e espaço para que a criatividade floresça, talvez se surpreenda agradavelmente com as ideias e inspiração que surgirão.

Saiba mais sobre mentalidade criativa

Mentalidade para artistas: como nutrir a sua criatividade

14. Mentalidade de gratidão

Sentir-se grato é uma maneira simples de manter os pés no chão em tempos difíceis e celebrar os bons momentos. 

Você pode praticar gratidão de várias maneiras. Tente manter um diário de gratidão e sente-se uma vez por dia para escrever todos os momentos bons, e significativos, que aconteceram a você. Ou então faça uma pausa quando sentir alegria ou quando sua atenção é atraída a algo positivo. Respire fundo e realmente aprecie esse momento.

Seja criativo aqui: não existe maneira errada de ser grato!

15. Mentalidade confiante

Você gostaria de acreditar mais em si mesmo? Trabalhar em sua confiança pode ajudar. 

Cada pessoa terá uma jornada diferente para se tornar mais confiante. Comece pensando nas áreas em que lhe falta mais convicção e depois identifique os passos que pode seguir para aumentar as suas habilidades. 

Por exemplo, se você não tem confiança em suas habilidades sociais, torne uma meta iniciar uma conversa com uma nova pessoa por semana até começar a se sentir mais confortável em fazer isso. Provavelmente você receberá reforço positivo ao longo do caminho, o que tornará sua jornada ainda mais fácil.

16. Mentalidade social

Falando em ser mais social, mentalidade social é uma abordagem voltada a pessoas na qual você coloca as pessoas e o bem-estar delas acima de outras prioridades. 

Digamos que você seja um líder de vendas e sua equipe não está atingindo suas metas trimestrais. Enxergar isso a partir de uma mentalidade social faria com que você avaliasse o que poderia estar contribuindo para essa situação. As metas são razoáveis para seus funcionários? Existem outros fatores que estão impactando negativamente a sua equipe (e se existem, como você pode mitigá-los)? Essa mentalidade é muito diferente de partir direto para ações disciplinares por sua equipe não estar atingindo o objetivo. 

17. Mentalidade profissional

A noção de mentalidade profissional deriva das estratégias que as pessoas empregam em ocupações tradicionalmente valorizadas (como: médicos, advogados e CEOs). Qualquer pessoa que ascende em uma carreira com uma estrutura tão rígida como essas teve que, em algum momento, seguir um plano para manter-se progredindo. 

Em nossa opinião, uma mentalidade profissional pode ser ampliada para se aplicar a qualquer tipo de trabalho. O que faz alguém ter sucesso em sua área? Quais habilidades são necessárias para você chegar aonde deseja estar? Alinhar esses detalhes é a essência de uma mentalidade profissional. 

18. Mentalidade poderosa

Uma mentalidade poderosa ou forte vai lhe levar longe. Esse tipo de mentalidade incorpora muitos elementos que já discutimos — por exemplo, pessoas com mentalidades poderosas acreditam que podem crescer e mudar (lembra-se das mentalidades de crescimento e de aprendizagem?). 

Pessoas poderosas sabem aonde elas querem chegar na vida e fazem o que estiver em seu controle para que isso aconteça. Ser poderoso também significa pairar acima de seus próprios sentimentos negativos. Todos os sentimentos são válidos e naturais, mas a escolha de como reagimos e quais as ações tomamos a partir desses sentimentos é nossa.  

19. Mentalidade de produtividade

Nos dias de hoje, existem muitas soluções para gerenciar melhor seu tempo. Embora produtividade possa ter esse significado, ela também pode envolver outras coisas: conhecer seus pontos fortes e projetar o seu dia com base neles, refletir como sua energia flui ao longo do dia e reservar um tempo para descansar. 

Ser produtivo apenas por ser produtivo vai acabar com você. Quando pensar em mentalidade de produtividade, pergunte-se como cuidar de si em primeiro lugar. A partir disso, desenvolva uma proposta que lhe permita realizar o que deseja respeitando suas necessidades. 

20. Mentalidade improdutiva ou preguiçosa

Essa mentalidade é exatamente o que você pensa que ela é. As pessoas com este modo de pensar têm dificuldade em entrar em contato com sua motivação para trabalhar em direção às suas metas. Elas se sentem mais confortáveis em deixar as coisas como estão e não se arriscar ou sair da zona de conforto. 

É importante chegar à raiz do porquê de alguém estar preso a essa mentalidade. Para uma pessoa, talvez o problema seja que ela tem dificuldade em se concentrar e ganharia muito se livrando das distrações. Para outra, pode ser que ela esteja esgotada e realmente precise fazer uma pausa de se cobrar tanto. 

Cada situação é diferente. Contudo, caso perceba que o sentimento de improdutividade está muito grande e isso está lhe frustrando, é importante avaliar o porquê.

21. Mentalidade de medo

Estar preso em uma mentalidade de medo significa que você evita fazer coisas das quais não tem 100% de certeza de que sabe fazer bem ou que tem capacidade de lidar. Você provavelmente sempre enxerga o pior cenário possível e sente-se incapaz de confiar que as coisas acabarão bem. 

Essa maneira de pensar por vezes é também chamada de “mentalidade de escassez”. 

A maioria de nós luta contra algum medo e sabemos o quão difícil é se livrar dele. Talvez o truque seja perceber que nunca nos livramos de fato, mas apenas aprendemos a conviver com o medo e seguimos em frente apesar dele. 

22. Mentalidade de longo prazo

Você pensa no futuro quando está criando metas ou tomando decisões? Ter uma mentalidade de longo prazo significa que você vislumbra como suas escolhas diárias vão lhe afetar ao longo do tempo e aonde elas eventualmente lhe levarão.

Ter essa visão de futuro pode ser realmente útil não apenas para lhe orientar em direção ao sucesso, mas também para lembrar você que nem sempre se vê resultados rapidamente. Construir uma vida que você ama leva tempo e nem sempre é um processo instagramável. Pensar a longo prazo pode lhe ajudar a manter a perspectiva quando você começar a se preocupar sobre as coisas não estarem acontecendo rápido o suficiente.

23. Mentalidade de curto prazo

Por sua vez, a mentalidade de curto prazo é mais focada no aqui e agora. Essa mentalidade não é necessariamente ruim. Há certamente valor em ser capaz de ver o que precisa ser feito hoje e agir rapidamente para obter resultados. 

Dito isso, uma mentalidade de curto prazo combina melhor com uma de longo prazo, a fim de garantir que você não esteja pensando apenas no dia de hoje, em prejuízo do amanhã. O ideal é que sua visão seja uma mistura dos ganhos de suas decisões a curto e longo prazo, e não apenas de uma ou outra. 

24. Mentalidade de autoeficácia

Essa mentalidade tem muito em comum com a mentalidade de confiança. A autoeficácia se refere à crença que alguém tem em sua capacidade de fazer o que é necessário para uma tarefa ou situação específica. 

Assim, aqueles com muita autoeficácia sentem confiança em suas habilidades, enquanto aqueles com baixa autoeficácia duvidam delas. 

Ter fé em sua própria capacidade de triunfar tem uma infinidade de benefícios. Como vimos em outras mentalidades, ela lhe ajuda a ser mais resiliente quando você enfrenta desafios e a interagir com outras pessoas de forma confiante, e expansiva.

25. Mentalidade raivosa

Assim como o medo, a raiva é uma emoção natural e humana. Sentir raiva não é motivo para vergonha. No entanto, agir com base na raiva não é saudável. Quando a raiva está no banco do motorista, você pode descontar nos outros, dizer ou fazer coisas das quais se arrependerá, desgastar relacionamentos e sofrer devido às emoções intensas. 

A melhor coisa a fazer é sentir raiva sem culpa, validá-la e então tentar aceitar sua raiva ou lidar com aquilo que a causou. 

26. Mentalidade sonhadora

Com a mentalidade sonhadora, o céu é o limite! Se você consegue sonhar ou imaginar, então pode alcançar seus objetivos. Pessoas sonhadoras pensam grande e não estabelecem limites quando idealizam a vida que amariam ter. 

Isso provavelmente soa incrível (como era de se esperar), mas não se permita ser apenas um sonhador que nunca realiza coisa alguma. Sem ação, essas grandes visões não terão chance de ganhar vida. 

27. Mentalidade invejosa

A inveja é uma emoção complicada que nos leva a fazer coisas das quais não sentimos orgulho. Se você achar que está agindo com base na inveja, dê um passo para trás. Pergunte-se: por que estou sentindo inveja? Se for porque sente que alguém tem algo que você não tem, há alguma coisa que você poderia fazer para conseguir ou alcançar isso? Existe alguma necessidade não suprida lhe incomodando?

Por exemplo, se você se sente excluído de um grupo de amigos e começa a sentir inveja por isso, seria possível examinar a crença fundamental que está alimentando essa emoção e concluir se tal crença é verdadeira ou não. Talvez você tenha medo de não ser digno de ter amigos e seja isso que está alimentando suas emoções negativas. Sua crença corresponde à realidade? O que você pode fazer para se sentir melhor? Quando você encontrar a causa primordial da inveja, se necessário, poderá conscientemente corrigir a situação. 

28. Mentalidade de relevância

Uma mentalidade de relevância lhe ajuda a entender como aquilo que está aprendendo ou as experiências que está passando pode ser útil na sua vida como um todo ou no seu futuro. Enxergar as coisas como significativas e relevantes pode lhe trazer um maior sentimento de satisfação, e propósito em sua vida, além de lhe ajudar estar mais presente e prestar mais atenção ao longo do dia.

29. Mentalidade de pertencimento

Muito usado no contexto educacional, a mentalidade de pertencimento ocorre quando as pessoas se sentem apreciadas e respeitadas por aqueles ao seu redor. Elas sentem que têm algo a contribuir com o grupo e que são valorizadas.

Sentir que você pertence a um grupo ou a uma comunidade pode causar um impacto positivo na sua saúde mental e emocional. Você está mais propenso a empenhar-se para crescer, já que você sente que existe um ambiente seguro para isso. 

Você escolhe quais mentalidades você deve adotar 

Uma das coisas mais incríveis da vida é que você desempenha um papel ativo em determinar o que importa para você e como sua vida deve ser vivida. Embora esta lista não seja definitiva, esperamos que a leitura destas 29 mentalidades tenha lhe proporcionado algumas ideias de pequenas (ou grandes!) mudanças que você poderia fazer para melhorar seu bem-estar diário. 

Torne-se um mestre em mentalidades

Masterclass em mentalidades: como cultivar um crescimento duradouro