A macrofotografia é um dos gêneros mais fascinantes da fotografia. Ela nos permite apresentar elementos comuns de um modo verdadeiramente fascinante. A melhor parte? Praticamente qualquer coisa pode ser objeto da macrofotografia, o que torna esta arte acessível, divertida e um pouco viciante. 

Se está pensando em dar uma chance à macrofotografia, continue lendo. Vamos compartilhar muitos exemplos de tirar o fôlego, detalhando quais equipamentos necessários e compartilhando algumas dicas importantes que vão ajudar você a dar o pontapé inicial. 

Links rápidos

O que é macrofotografia?

A macrofotografia, também chamada fotografia close-up, consiste em tirar fotos a curta distância de pequenos objetos e criaturas. 

De acordo com a definição técnica de macrofotografia, os objetos devem ser fotografados na proporção de ampliação 1:1, o que significa que o tamanho que eles aparecem no sensor de imagem é o mesmo tamanho que eles têm na vida real. Isso permite que a pessoa que fotografou capte detalhes incríveis e retrate pequenos elementos de uma forma que não conseguiriam ser vistos a olho nu. 

Ideias para macrofotografia

Antes de falarmos sobre como começar na macrofotografia, vamos dar uma olhada em alguns exemplos. 

Insetos e pequenas criaturas

Insetos, sapos, lagartos e pássaros exibem cores vibrantes, e texturas, que raramente conseguimos ver e apreciar.

libélula azul
A instrutora da Skillshare Tabitha Park nos mostra uma foto macro de uma libélula.

Plantas e flores

As plantas e flores são ainda mais bonitas quando conseguimos ver de perto seus padrões intrínsecos. 

folha
A instrutora da Skillshare Tabitha Park nos mostra uma foto macro de uma planta.

Pequenos objetos

Veja a beleza nos objetos cotidianos em casa. Uma lente macro pode transformar praticamente qualquer coisa em arte! 

Pontas de lápis cor-de-rosa
A instrutora da Skillshare Tabitha Park nos mostra uma foto macro de lápis. 

Macrofotografia em preto e branco

Concentre-se nos detalhes e texturas de seu objeto, removendo todas as cores. 

flor em preto e branco
Uma foto em preto e branco de uma flor tirada pelo estudante da Skillshare Jason DeBlois .

Equipamento de macrofotografia

Se você começou agora na fotografia e não tiver uma câmera específica, você pode tentar tirar fotos macro com seu telefone para se acostumar. Existem muitos smartphones no mercado que têm um modo de câmera projetado especificamente para macrofotografia. O iPhone 13 Pro é um exemplo muito usado. 

Com ou sem o modo macro, é possível comprar lentes macro baratas que se prendem a seu smartphone e agem como uma lupa. 

tirando uma foto de uma folha
A instrutora da Skillshare Tabitha Park mostra como usar uma lente macro para smartphone em seu curso de Fotografia de natureza: recarregue-se e curta o ar livre .

Quando quiser aperfeiçoar sua técnica de macrofotografia, pense em aprimorar seu equipamento com as opções abaixo. 

Câmera de macrofotografia

Como os smartphones, a maioria das câmeras point-and-shoot também tem um modo macro. Porém, se quiser fazer macrofotografia profissional, você vai precisar de uma câmera de lentes intercambiáveis como uma DSLR ou uma câmera mirrorless. 

Lentes de macrofotografia

Uma lente macro é feita para focar em um objeto a curtíssima distância, o que a torna perfeita para tirar fotos em close-up. 

Essas lentes têm diferentes distâncias focais — ou seja, o poder de ampliação. Por exemplo, com uma lente de 50 mm, você teria que segurar a câmera bem em frente ao objeto, enquanto uma lente de 200 mm permitiria que você fotografasse a 60 cm de distância. Uma lente de 50 mm é boa para fotografar objetos inanimados, mas se você pretende fotografar insetos, animais pequenos ou pássaros é melhor manter distância para evitar assustá-los. 

Alternativas às lentes macro 

Se você não tem como investir em uma lente macro profissional, mas tem uma lente padrão, você pode utilizá-la para tirar fotos macro. Você só precisará ter alguns acessórios não muito caros. 

  1. Anéis inversores e adaptadores

Uma opção interessante é usar uma lente padrão do lado oposto, o que a transforma em uma lupa. Um anel inversor pode lhe ajudar a prender uma lente do lado oposto em sua câmera, enquanto um anel adaptador pode prendê-la a outra no sentido correto. 

  1. Tubos extensores

Um tubo extensor é um tubo oco que pode ser acoplado entre a câmera e a lente. Ele afasta a lente do sensor e, portanto, eleva o poder de ampliação. 

  1. Filtros de macro

Um filtro de macro é parecido com uma lupa que você pode enroscar na ponta de uma lente. Ele reduz a distância focal da sua lente, para que você possa chegar muito perto do seu objeto. A desvantagem é que ele só funciona a uma distância próxima, de modo que você não conseguirá usá-lo com uma criatura que se assusta fácil.

Tripé

As fotos em close-up mais impressionantes são detalhadas e nítidas. Isso significa que você não pode sacudir a câmera. Então, use o tripé o máximo que puder. Ele também vai ser útil caso tente fazer um empilhamento de foco, uma técnica de que falaremos mais em uma seção adiante. 

Flash anelar 

Capturar fotos macro com a exposição correta pode ser um desafio, de forma que talvez precise de iluminação adicional. Você pode usar o flash embutido da câmera, mas um flash anelar, montado na extremidade da lente, fornecerá muito mais luz e evitará sombras duras.  

amoras-silvestres
Uma foto close-up de amoras tirada pela instrutora da Skillshare Tabitha Park.

Como tirar fotos macro

O principal desafio em macrofotografia é capturar uma imagem que esteja perfeitamente em foco e bem iluminada. Vamos dar uma olhada em algumas coisas que você pode fazer para conseguir isso. 

Foco

Quando seu objeto está muito perto da câmera, a profundidade de campo será muito rasa. Embora isso ajude a criar um adorável efeito de fundo embaçado em outros gêneros da fotografia, na macrofotografia, isso geralmente significa que algumas partes do objeto vão ficar fora de foco. Para acabar com isso, use uma abertura menor (um número de f-stop mais alto do que f/8 ou f/11) para aumentar a profundidade de campo. 

Certifique-se de usar o foco manual, pois sua câmera não será capaz de focar automaticamente a uma distância tão curta. 

Velocidade do obturador

Para capturar fotos agradáveis e nítidas, defina a velocidade do obturador em ao menos 1/100 de segundo e use um tripé. Você pode até mesmo usar um disparador remoto de obturador ou o timer da própria câmera para evitar que a câmera seja balançada. 

Iluminação

O problema de trabalhar com um diafragma tão pequeno e uma velocidade de obturador tão veloz é que ambos reduzem a quantidade de luz que entra pela lente. Isso pode resultar em uma foto com subexposição. 

Você pode fotografar em modo manual e deixar o ISO (a sensibilidade da câmera à luz) fazer a compensação, contudo, esteja ciente de que configurações ISO muito altas adicionam mais ruído às fotos.

Talvez você precise fazer experimentos com o diafragma, a velocidade do obturador e o ISO até finalmente conseguir ajustar a exposição. Ainda que nada dê certo, não tenha medo de usar o flash como uma fonte de luz extra. Como discutido na seção sobre equipamentos, um flash anelar é uma escolha comum de quem pratica a macrofotografia. 

Experimente o empilhamento de foco 

Pode haver momentos em que pareça impossível encontrar um equilíbrio entre manter a maior parte do objeto em foco e ainda garantir a exposição adequada. Quando isso ocorrer, você pode tentar o empilhamento de foco

Comece definindo uma abertura que permitira a entrada de luz suficiente na lente. Em seguida, com a câmera em um tripé, tire várias fotos do objeto, ajustando a área que está em foco em cada uma. Por fim, combine as fotos em um software de edição como o Photoshop, para que o resultado esteja completamente em foco. 

lagarto
Uma foto macro de um réptil tirada pela instrutora da Skillshare Tabitha Park

Dicas de macrofotografia

Aqui estão mais algumas dicas de macrofotografia para iniciantes. 

Cuidado com o vento 

Para ficar agradável e nítido na foto, seu objeto precisará estar completamente imóvel. Se fotografar ao ar livre, evite sair em um dia ventoso, pois isso pode agitar as plantas. Se houver uma brisa leve, pode levar um suporte para ajudar a bloqueá-la ou usar um grampo para manter a planta em posição.

Brinque com a composição

A composição não é tão importante na macrofotografia como em outros gêneros, simplesmente porque você vai querer ampliar o objeto o máximo possível. Dito isso, ainda existem algumas variações possíveis:

  • Você pode fazer seu objeto preencher todo o espaço, o que funciona muito bem com flores e objetos inanimados.
  • Você pode deixar um pouco do plano de fundo em torno de objetos como insetos e outras criaturas vivas.
  • Se você não estiver usando o empilhamento de foco, você pode brincar com as partes de seu objeto que estejam em foco.
  • Você pode tentar diferentes ângulos para alcançar uma perspectiva inusitada. 

Você não precisa ir muito longe

A melhor parte da macrofotografia é que os objetos interessantes estão ao seu redor. Você não precisa sair de seu quintal ou mesmo de sua casa. 

Procure por itens pequenos que tenham muitos detalhes e textura. Você provavelmente vai encontrar centenas apenas em sua casa! Tudo o que você precisa é de um pouco criatividade e a vontade de enxergar objetos cotidianos sob uma nova luz. 

É a sua vez

A melhor maneira de aprender sobre macrofotografia é simplesmente começar a fotografar. Faça um curso para aprender o básico e comece com o equipamento que já possui. Você vai descobrir rapidamente se ele é suficiente para o que você quer realizar ou se vai precisar investir em ferramentas mais avançadas. 

Independentemente do tipo de equipamento que você use, a macrofotografia é incrivelmente divertida e gratificante. Basta encontrar algo que você possa fotografar em sua casa ou em sua próxima caminhada ao ar livre e você verá os resultados! 

Comece a tirar fotos macro hoje mesmo

Vendo um mundo de perto: três métodos de close-up e macrofotografia