Você aprecia um design de interiores clean, simples e minimalista que dá a sensação de entrar em um retiro de meditação ao chegar em casa? Nesse caso, você provavelmente vai gostar dos estilos de design japonês ou escandinavo. 

O único problema é que eles são tão bonitos que pode ser impossível escolher apenas um. Bom, a boa notícia é que não precisa escolher! 

Apresentando o Japandi, o estilo de design elegante, funcional, confortável e atraente inspirado em influências japonesas e escandinavas.

Leia mais sobre o conceito, seus princípios fundamentais e como incorporá-lo em sua própria casa. 

Vamos começar a decorar! 

Links rápidos

O que é o estilo Japandi?

sala de estar
Fonte: Instagram
Os interiores Japandi são minimalistas, sem deixar de ser aconchegantes e convidativos. Foto de @lyxvillan. 

O ’design Japandi (uma mistura de japonês e escandinavo) é uma fusão de estilos do design de interiores japonês e escandinavo. As duas regiões são bem distantes e têm culturas bastante diferentes, mas compartilham muitos valores e princípios quando pensamos em design de interiores. Ambos os estilos são centrados em simplicidade e funcionalidade, usando materiais naturais e criando um ambiente que proporcione paz e bem-estar. 

Eles também têm suas diferenças: os interiores japoneses são sofisticados e elegantes, com tons terras, enquanto o design escandinavo privilegia leveza, aconchego e um ambiente um pouco mais rústico. O Japandi permite misturar e combinar esses dois estilos — eles parecem opostos em alguns aspectos, mas se complementam muito bem. 

sala de estar
Fonte: Instagram
A decoração Japandi incorpora móveis baixos e de materiais naturais. Foto de @japandi.lights.

Princípios do conceito de design de interiores Japandi

O Japandi adota princípios chaves do design japonês e escandinavo. Combiná-los pode ajudar você a criar um ambiente minimalista e elegante, ainda mais aconchegante e reconfortante no seu espaço. 

Minimalismo

Tanto o estilo japonês quanto o escandinavo estão enraizados no minimalismo — a ideia de que menos é mais. Você não verá excessos ou mobiliário eclético em interiores de estilo Japandi. Cada peça de mobiliário e decoração é escolhida intencionalmente e atende a um propósito específico. As cores seguem uma paleta coesa e nada se destaca em especial. 

Qualidade

Os estilos de design escandinavo e japonês enfatizam peças de alta qualidade, bonitas e exclusivas. Em vez de peças mais baratas e de produção em massa, eles privilegiam o uso de mobiliário e objetos de decoração atemporais. Eles podem ser mais caros, mas optar por qualidade em detrimento da quantidade pode economizar seu dinheiro a longo prazo. 

A opção pelo design Japandi também é uma ótima oportunidade para apoiar artistas locais e pequenas empresas que produzem peças de decoração artesanais e móveis exclusivos. 

Sustentabilidade

A escolha de peças de alta qualidade significa que elas vão durar mais tempo e terão menos chances de terminar no lixão mais próximo. Além disso, os estilos Japandi incorporam materiais naturais e sustentáveis. Os itens de madeira, rattan e algodão são esteticamente mais agradáveis e ecológicos. 

Hygge

A palavra dinamarquesa “hygge” não tem uma tradução direta no português, mas descreve uma sensação de aconchego, conforto, bem-estar e contentamento. O design Japandi incorpora diversos elementos do estilo hygge, combinando texturas suaves, cores neutras e iluminação quente para criar um ambiente tranquilo e aconchegante. 

Wabi-Sabi 

O Wabi-sabi é uma filosofia japonesa antiga que celebra a beleza das imperfeições e a impermanência de tudo. Na decoração, isso pode ser representado pela exibição de itens que envelhecem e ficam naturalmente um pouco desgastados ou que tenham rasgos, rachaduras ou manchas. 

Peças de decoração artesanais também são adotadas pelo estilo Japandi porque elas não são tão perfeitas quanto os itens fabricados em larga escala, e é justamente isso que as torna únicas e belas. 

pote sobre bancada
Fonte: Instagram
Não tenha medo de incorporar itens desgastados ou imperfeitos. Foto de @carolinashop.to. 

Como incorporar o conceito de decoração Japandi na sua casa

A decoração da sua casa no estilo Japandi requer que todas as peças sejam escolhidas com uma intenção. Vamos ver como escolher móveis e peças de decoração que se encaixem perfeitamente no seu design Japandi e ajudar você a transformar sua casa em um oásis de tranquilidade e conforto. 

Mobiliário Japandi

O mobiliário Japandi tem linhas simples e retas e prioriza a funcionalidade. Evite detalhes ou enfeites em excesso que possam chamar muita atenção. 

Muitas peças de mobiliário Japandi, como sofás, camas e mesas de centro, são baixas, inspiradas no hábito de comer e dormir no chão ou próximo ao chão, típico da cultura japonesa. O mobiliário de baixo perfil ajuda a criar um ambiente relaxante e tranquilo na casa. 

Materiais

O uso de materiais naturais na decoração Japandi não é apenas ambientalmente correto, mas também ajuda a trazer um pouco de natureza para a casa. Procure móveis de madeira inacabada e bambu ou rattan e peças de decoração produzidas com terracota, argila, vidro ou concreto. Para estofados e têxteis, escolha algodão puro, linho, lã e cânhamo. 

Cores 

A paleta de cores Japandi tem influências escandinavas e japonesas. No design escandinavo, você verá cores neutras, off-white e pastéis claras. Já o design japonês. é mais conhecido por tons terrais mais escuros como castanhos, verdes escuros e vermelhos. As duas paletas de cores são suaves e discretas. 

Em seu espaço Japandi, você pode misturar e combinar essas duas paletas de cores. Qualquer que seja sua escolha, tente se limitar a três ou quatro cores por ambiente. Use cores neutras para áreas grandes como paredes, pisos, tapetes e grandes peças de mobiliário, depois adicione pequenos detalhes de tons pastéis ou terrais com seu toque especial. 

Você também pode usar um pouco de preto como cor de contraponto. Limite a coisas pequenas como grades, pernas de mobiliário, quadros, vasos ou ferragens. 

mesa de vidro
Fonte: Instagram
As pernas pretas no mobiliário dão um pouco de contraste. Foto de @sallashouse. 

Padrões

Padrões são bastante incomuns em estilos de design minimalista, a maior parte da casa Japandi precisa ter cor sólida. Dito isso, uma ou duas peças com estampa sutil podem ser um acréscimo que combina com qualquer espaço. Pode ser um tapete, almofadas, cortinas ou peça de arte. Esses padrões não devem ser muito chamativos e se limitam a poucas peças de destaque. 

Peças de decoração

Como no mobiliário, a decoração tende a ser simples, minimalista e funcional. Ela privilegia as cores neutras e linhas simples. 

Opte por objetos que têm um propósito, como lâmpadas, vasos, velas e livros. Ao escolher a decoração, não se esqueça da filosofia japonesa wabi-sabi e fique à vontade para incorporar algo de segunda mão, desgastado ou um pouco quebrado. 

Florais e plantas secos também são uma excelente peça de decoração. Assim como os materiais naturais, eles ajudam a trazer um pouco de natureza para dentro dos ambientes. 

Em termos de tapeçaria, opte por arte minimalista e abstrata para áreas comuns. Se você quiser exibir fotos de família, limite a corredores e quartos. 

Sem excessos

Tanto o estilo de design japonês quanto o escandinavo são essencialmente minimalistas. Ao selecionar seu mobiliário, peças de decoração, cores e padrões, lembre-se de que menos é mais. Deixe muito espaço negativo e escolha cada peça com um objetivo.

O minimalismo não é apenas como você decora seu espaço é também um estilo de vida que prioriza as coisas que realmente precisamos e que nos trazem prazer. Para criar um espaço minimalista, você pode precisar analisar suas coisas e avaliar o que pode ser descartado. Para armazenar as coisas que você decide manter, utilize armários ou cestos e evite deixá-los sobre as superfícies ou as bancadas da cozinha. 

cadeira com estante e mesa
Fonte: Instagram
Experimente deixar as prateleiras completamente vazias ou quase sem objetos. Foto de @Japandi Iluminação e design. 

Comece a decorar

O estilo Japandi é uma tendência relativamente nova, mas está ganhando popularidade e definitivamente veio para ficar. Se você estiver dando os primeiros passos em design de interiores, não se esqueça de se familiarizar com estilos de design japonês e escandinavo, minimalismo no design e o conceito hygge. Em seguida, escolha os aspectos favoritos do que aprendeu e comece a testar as combinações! 

Aprenda a decorar sua casa

Estilize o seu espaço: dicas e técnicas criativas de design de interiores