Quer você faça ilustrações de livros, escreva romances de ficção adultos, aprecie jogos de tabuleiro, goste muito de história, seja designer gráfico ou jogue e tenha planos de criar seus próprios jogos de RPG, os mapas de fantasia são uma ferramenta útil em seu kit criativo. 

Os mapas de fantasia descrevem graficamente e ilustram lugares que realmente não existem. Se você está ramo da criação de mundos imaginários (ou é seu passatempo), criar um mapa de fantasia desse mundo ou cidade é uma ótima maneira de transportar sua imaginação para uma página de forma visual. Você pode escolher manter seu mapa de fantasia apenas para você, ou inclui-lo em um livro publicado ou jogo. 

Qualquer que seja seu objetivo, fazer um mapa de fantasia pode ser um exercício prazeroso e profundamente criativo. Como disse o novelista e criador de mapas de fantasia, Ira Marcks, “Para mim, um mapa é mais que apenas uma representação gráfica. É como ver de perto um tempo e um lugar extraordinários”. Aqui está como você pode fazer seus próprios mapas de fantasia.

Como fazer um mapa de fantasia.

mapa da ilha do tesouro
Trabalho do estudante Ronit Z. para o curso Photoshop for Lunch: desenhe um mapa de fantasia.

Antes de começar a fazer, ou mesmo idealizar seu mapa de fantasia, é essencial que você considere como os mapas de fantasia diferem dos mapas reais. Além da diferença mais óbvia (que eles representam lugares que não existem!), os mapas de fantasia também contêm certos tipos de imagens e convenções de design que os tornam distintos dos outros mapas. 

Antes de colocar a caneta no papel ou dar nomes em seu mundo imaginário, estude alguns dos melhores mapas de fantasia já criados, e até mesmo mapas históricos reais. Pode encontrá-los online, em livros de certos gêneros (fantasia, ficção científica, história) e em jogos. Não tem ideia por onde começar? Pegue uma cópia da trilogia O Senhor dos Anéis, ou O Hobbit.

Estude os elementos que os tornaram os melhores mapas de fantasia:

  • Um título emoldurado
  • Um indicador de escala
  • Símbolos
  • Tipografia
  • Estilo de projeção
  • Rosa dos ventos
mapa da terra média
Ao aprender a desenhar mapas de fantasia, estude clássicos como esse mapa da Terra Média para o livro O Senhor dos Anéis, de J.R. Tolkien.

Etapa 1: Planeje seu mundo

plano
O plano de como fazer seu mapa de fantasia pode ser visual ou textual, ou uma combinação dos dois.

Depois de estudar alguns outros mapas de mundos ou cidades de fantasia, é hora de planejar seu próprio mapa. Um aspecto importante de aprender a desenhar mapas de fantasia é saber como conceituar os mundos de fantasia. Antes de colocar a caneta no papel, você precisa ter uma ideia clara do mundo que vai mapear. 

Quer você faça isso com notas ou esboços, seja bem claro sobre o tipo de território que está sendo mapeado (ilha, montanhas, cidade, floresta etc.), e os pontos de referência a incluir que são simbólicos para outros aspectos do mundo de fantasia (podem ser cavernas, um rio subterrâneo, um naufrágio, um castelo etc).

Etapa 2: Faça um esboço

esboço
Primeiro, esboce as formas aproximadas e as fronteiras de seu território.

Você pode trabalhar tanto em um programa de computador, como o Photoshop ou o Procreate, ou em papel. Caso use papel, é uma boa ideia começar com folhas grandes, para você ter espaço para esboçar os cantos e recantos do seu mundo de fantasia. Você pode refinar seu design em uma folha menor mais tarde, se desejar, depois de ajustar os detalhes. 

Quando estiver contente com o esboço, passe-o a nanquim, tinta ou outro material.

Etapa 3: Adicione detalhes topográficos e pontos de referência

coloque pontos de referência
Adicione rios, estradas, árvores, florestas e lagos ao seu mapa.

Pensando novamente no planejamento, quais são os elementos mais importantes que você quer incluir para representar seu mundo de fantasia? Uma cadeia de montanhas intransponível, um litoral cheio de redemoinhos, uma floresta assombrada? Agora é o momento de adicioná-los. 

Use sua criatividade, mas lembre-se que seus pontos de referência, símbolos e características topográficas devem ser de interpretação fácil para outras pessoas também. A forma de você desenhar montanhas pode diferir das formas usadas por desenhistas de outros mapas, mas quem lê seu mapa precisa saber que está olhando para representações de montanhas. Legendas complicadas causam distração, e o impacto visual do mapa vai se perder se o simbolismo não estiver claro.

Etapa 4: Finalize a legenda, a rosa dos ventos e os indicadores de escala

nomeie seu mapa
O mapa de fantasia é finalizado com a inscrição do seu nome em uma moldura.

Uma vez que tenha concluído a parte principal do mapa, adicionar detalhes como legenda, rosa dos ventos e indicador de escala, vai dar o acabamento e fazê-lo parecer um mapa. O indicador de escala não precisa ser exato (a menos que você seja genial em matemática!), mas incluir um consolidará a autoridade do seu mapa de fantasia, como sendo realmente um mapa. 

O mesmo vale para a rosa dos ventos. Ao invés de simplesmente escrever norte, sul, leste e oeste, você pode aproveitar para apontar para locais e pontos de referência significativos em sua história.

Criadores online de mapa de fantasia

Se você não quiser criar seus mapas do mundo de fantasia do zero, gostaria de ter mais alguma ajuda com o processo, ou apenas quer economizar tempo, existem vários sites que podem criá-los para você. Eles podem ser usados para criar mapas de fantasia para mundos, cidades ou áreas menores e mais restritas. São uma maneira fácil de aprender a desenhar arte para fantasia e mapas para RPG: cartografia passo a passo para jogadores e fãs.

Dungeon Fog

mapa do dungeon fog
Fonte: https://www.dungeonfog.com/
Como desenhar arte de fantasia e mapas RPG: cartografia passo a passo para jogadores e fãs usando Dungeon Fog.

O Dungeon Fog é direcionado para jogadores e criadores de jogos, que o utilizam para desenhar masmorras, edifícios ou relevos de terrenos. Sua biblioteca de recursos de alta resolução permite que desenhistas de mapas criem mundos de fantasia altamente detalhados, para serem usados na tela do computador ou para impressão.

Inkarnate

mapa de fantasia
Fonte: https://inkarnate.com/
O Inkarnate permite criar uma variedade de tipos de mapas, incluindo mapas de fantasia de cidades.

O Inkarnate é uma plataforma online de criação de mapas destinada tanto a pessoas que jogam como a quem escreve livros de fantasia, ou simplesmente têm paixão por mapas. Ele permite que você crie mapas de mundos e cidades de fantasia, além de mapas de batalhas e interiores mais detalhados. Há uma versão gratuita e uma versão profissional paga.

Worldspinner

mapa de fantasia impresso
Fonte: Worldspinner
Um usuário do Worldspinner com seu mapa.

O Worldspinner propõe simplificar a criação de um mundo de fantasia para apenas alguns minutos. Você não precisa de nenhuma ferramenta ou habilidade artística específica, fazendo dele uma boa opção para quem quer criar mapas de mundos de fantasia, mas não tem confiança nas próprias capacidades artísticas. Você escolhe um estilo e os elementos que deseja incluir, e o Worldspinner renderiza automaticamente um mapa de alta qualidade.

Azgaar

mapa de fantasia
Fonte: azgaar
O Azgaar gera automaticamente mapas para quem o utiliza.

O Azgaar é um software de código aberto que gera mapas editáveis de modo automático e aleatório. Eles já vêm até com nomes criativos, que podem ser alterados de acordo com suas preferências. O Azgaar é uma maneira fácil de gerar um mapa de fantasia relativamente simples, mas de aparência realista, para seu uso próprio na elaboração de uma história ou idealização de jogos.

Aprenda a desenhar mapas de fantasia e RPG

Mapas de fantasia: a arte de explorar mundos imaginários