Como um artista iniciante, entender como as cores funcionam juntas é uma das habilidades fundamentais para se aprender. A mistura de tintas pode parecer desafiadora no início, mas o conhecimento das noções básicas ajudará você a criar obras de arte que te deixem orgulhoso e dará confiança para seguir adiante com uma mistura de tintas mais complexa.

Neste tutorial, vamos mostrar como misturar tintas ao trabalhar com uma variedade de tipos, desde acrílico a óleo. Você também vai aprender sobre a teoria de cores e como entender quais misturar para criar outras cores. Em breve, você vai descobrir um mundo inteiro de oportunidades que espera por você e sua visão artística!

Como você mistura tinta?

Antes de começar a misturar cores de tinta, é preciso entender alguns dos fundamentos de cor. A teoria de cores é um conjunto de diretrizes e pontos de referência que os artistas usam ao pensar em suas escolhas de cores. Algumas das frases que você pode ouvir ao aprender sobre a teoria de cores:

  • Matiz: o tom de uma cor específica (como o azul). 
  • Cor primária: vermelho, azul e amarelo são as únicas cores primárias. Todas as outras cores são criadas através da mistura de cores primárias em várias combinações. A mistura de quaisquer cores nunca vai criar uma cor primária.
  • Cor secundária: uma cor que é feita quando você mistura duas cores primárias — laranja, verde e roxo.
  • Cor terciária: cores que são criadas combinando uma cor secundária e primária (como amarelo com verde). 
  • Cores complementares: cores que são opostas em um círculo cromático (como vermelho e verde). Estas têm um contraste significativo e podem adicionar profundidade e vitalidade às suas pinturas.
  • Cores análogas: cores que estão ao lado umas das outras em um círculo 
O professor do Skillshare, Court McCracken, demonstra como uma roda de cores básicas pode ser um recurso prático para pintores novos e experientes.
O professor do Skillshare, Court McCracken, demonstra como uma roda de cores básicas pode ser um recurso prático para pintores novos e experientes.

Quando você está aprendendo a misturar tinta, mantenha uma roda de cores à mão para referência. Inventada em 1666 por Sir Isaac Newton, a roda de cores pega todo o espectro de cores e o mapeia em um círculo. A teoria das cores baseia-se nos princípios descritos na roda de cores, mostrando as relações entre elas e ajudando os artistas a visualizarem quais vão funcionar harmoniosamente e quais são opostas. Até mesmo artistas experientes consultam frequentemente sua roda de cores antes de começarem a criar um projeto. 

Quais cores você precisa misturar para fazer outras cores? Se você está tentando criar uma cor secundária, vai precisar combinar duas cores primárias. Vermelho e azul resultam em roxo, vermelho e amarelo resultam em laranja e amarelo com azul produzem verde. O tom será determinado pelas proporções ou relações de uma das cores primárias que você usa na mistura. A partir daqui, você pode começar a misturar cores secundárias e primárias para criar cores terciárias.

O marrom pode ser feito ao misturar as três cores primárias e a adição de cores complementares vai variar a nuance.
O marrom pode ser feito ao misturar as três cores primárias e a adição de cores complementares vai variar a nuance.

Se você está aprendendo a fazer tinta marrom por mistura, comece apenas com as cores primárias (vermelho, azul, amarelo) e misture as três cores em conjunto. Isso vai lhe dar um tom mais escuro de marrom. Para tons mais claros, trabalhe com cores complementares. Por exemplo, o laranja e o azul vão criar um marrom que está matizado com um toque de verde. Roxo e amarelo vão criar uma cor marrom mais brilhante. Existem muitas opções diferentes quando o assunto é a mistura de tinta, por isso, teste várias combinações em um pedaço de papel até encontrar a cor que você está procurando.

Você também pode se perguntar como fazer tinta vermelha ao misturar cores, mas lembre-se que o vermelho é uma cor primária, o que significa que não há outras cores que possam ser combinadas para criá-lo. Conforme você estiver misturando as cores de tinta, pode combinar cores secundárias com o vermelho para fazer tons mais intensos de vermelho, como cor de vinho ou cores mais claras como o rosa, mas você não vai conseguir criar o vermelho puro.

Agora que você entende os conceitos básicos da teoria de cores, chegou a hora de começar a trabalhar com o tipo de tinta escolhido e testar como isso funciona na prática! Você não precisa misturar todas as tintas antes de começar a pintar, mas tenha certeza de anotar as relações de qualquer cor que você misture para que possa recriá-las caso acabem.

Quer aprender mais sobre a teoria das cores?

A magia da mistura das cores: domine a teoria moderna das cores usando aquarela.

Como misturar tinta acrílica

A mistura de tinta acrílica é um ótimo ponto de partida para pintores iniciantes. A tinta acrílica é um tipo simples para trabalhar e vai ajudá-lo a entender como a mistura de cores funciona no papel.

As tintas acrílicas são ótimas para os iniciantes trabalharem, especialmente quando estão aprendendo a misturar cores de tinta pela primeira vez.
As tintas acrílicas são ótimas para os iniciantes trabalharem, especialmente quando estão aprendendo a misturar cores de tinta pela primeira vez.

Comece colocando pinceladas de cores primárias nas bordas externas da sua paleta. Desta maneira, você pode levar suas misturas para o meio da sua paleta. A tinta acrílica é à base de água, portanto precisa de água para fluir mais Certifique-se de mergulhar seu pincel em uma pequena quantidade de água antes de trabalhar com a tinta acrílica. Conforme você começa a misturar as tintas no meio da sua paleta, alterne entre a tinta misturada e a água na extremidade do pincel. A quantidade de água que você usa vai alterar a opacidade da tinta (a facilidade de ver através dela).

Conforme você está misturando tinta acrílica, saiba que as cores vão aparecer um pouco mais escuras ao secarem do que ao aparecerem no papel ou tela. Adicionar um pouco de tinta branca às cores pode ser útil para clareá-las antes da secagem.

Como misturar aquarelas

Assim como a acrílica, a tinta aquarela também é à base de água. No entanto, elas são conhecidas por sua aparência muito transparente e, graças ao seu alto conteúdo de água, podem fluir com facilidade. Isso pode deixar a mistura de tinta um pouco mais complicada, mas com algumas tentativas, você logo vai dominá-la!

As tintas do tipo aquarela são conhecidas por sua textura fluída, então trabalhar com uma paleta ou pires para imersão pode ajudar você a manter o controle sobre sua mistura de cores.
As tintas do tipo aquarela são conhecidas por sua textura fluída, então trabalhar com uma paleta ou pires para imersão pode ajudar você a manter o controle sobre sua mistura de cores.

É provável que a consistência da sua tinta seja bem fluída, então fazer a mistura em uma paleta de plástico ou um prato segmentado vai ajudar a controlar suas cores. Certifique-se de limpar bem seu pincel entre a mistura de tintas aquarela para manter suas cores mistas tão naturais e o mais próximo possível do que deseja. Se você perceber que a consistência da tinta ainda está muito molhada, dê uma pincelada levemente em um papel-toalha entre os ciclos de mistura para ajudar a absorver qualquer fluido em excesso.

Como misturar o guache

As pinturas em guache têm uma consistência que fica entre a aquarela e a tinta acrílica. Você não precisa usar água ao usar tintas guache, pois isso pode diluir a consistência, mas pode se esse for o efeito que você está buscando.

As tintas guache podem ser usadas com ou sem água e as cores podem ser misturadas a qualquer momento no processo de pintura.
As tintas guache podem ser usadas com ou sem água e as cores podem ser misturadas a qualquer momento no processo de pintura.

Como o guache pode ser facilmente usado em camadas, você não precisa misturá-lo em seu prato ou paleta, antes de pintar em tela ou papel. Você também pode misturar cores ao pintar uma em cima da outra antes de secarem. Quando você estiver pensando em como fazer tinta marrom ao misturar tintas guache, por exemplo, pode colocar as três cores no papel, ou misturar o azul com laranja e deixar secar.

Como misturar a tinta a óleo

As tintas a óleo são conhecidas por sua textura grossa, pastosa e por proporcionarem o relevo que outros tipos de tinta se esforçam para oferecer. A mistura de tintas a óleo pode ser desafiadora graças a essa consistência, mas quando você aprender a misturar as tintas com eficácia, rapidamente você vai criar uma arte bonita com cores e texturas vibrantes.

As tintas a óleo são mais difíceis de usar, mas produzem lindos resultados. A instrutora do Skillshare, Adele McFarlane Wile, demonstra como combinar e misturar essas tintas com eficácia.
As tintas a óleo são mais difíceis de usar, mas produzem lindos resultados. A instrutora do Skillshare, Adele McFarlane Wile, demonstra como combinar e misturar essas tintas com eficácia.

Como as tintas a óleo são bem espessas, pode ser mais fácil misturá-las usando uma espátula ao invés de um pincel. Isso ajudará a evitar que as cerdas do pincel entortem e sejam danificadas. Lembre-se também que, ao contrário dos outros tipos de tinta, as tintas a óleo e à água nunca devem ser misturadas. Se você precisar deixar as tintas a óleo em consistência mais fluida, adicione um agente como o óleo de linhaça.

Há um mundo inteiro de cores à espera para que você descubra, em qualquer estilo ou tinta que escolher. Seja criativo e divirta-se!

Crie seus tons de cores para qualquer técnica!

Misturando tons de cinza com cores complementares.

Written By

Holly Landis

  • Click here to share on Twitter
  • Click here to share on Facebook
  • Click here to share on LinkedIn
  • Click here to share on Pinterest